Clonezilla como app para o desktop? -- software-recommendation campo com backup camp askubuntu Relacionado O problema

Clonezilla like app for the desktop?


11
vote

problema

português

O que estou procurando é uma maneira de clonar discos rígidos (principalmente partições do Windows) enquanto permanece dentro do Ubuntu OS. Eu não quero criar uma partição no disco rígido para inicializar e eu não estou querendo usar um CD de inicialização. A única coisa que posso pensar que é perto é a versão de 32 bits do fantasma que pode ser executado a partir da área de trabalho no Windows.

Não precisa ser clonezilla, mas esse é o único software de clonagem do Linux que usei e quase usei exclusivamente desde que descobri. Se não houver maneira de usar o Clonezilla da área de trabalho, aceito um programa alternativo. O principal é que os clones unizam e vão de dentro do Ubuntu.

Obrigado pelo seu tempo com antecedência

english

What I am looking for is a way to clone hard drives (mainly windows partitions) while staying inside of the Ubuntu OS. I do not want to create a partition on the hard drive to boot off of and I am not wanting to use a boot cd. The only thing I can even think of that is close is the 32bit version of ghost that can run from the desktop in windows.

It doesn't have to be clonezilla, but that is the only linux cloning software I have used and have almost used it exclusively since I discovered it. If there is no way to use clonezilla from the desktop, then I will accept an alternative program. The main thing is that it clones drives and runs from within Ubuntu.

Thank you for your time in advance

     

Lista de respostas

6
 
vote
vote
Melhor resposta
 

Clonezilla usa su -l9 nos bastidores.

Sobre discos e partições

Um disco inteiro é um dispositivo como sudo su0 . Este é o primeiro disco, o segundo disco é sudo su1 , o terceiro abcdefghijklmn22 , etc. Os discos mais antigos conectados por meio de um cabo IDE são nomeados como ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN23 , ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN24 , ... Um disco pode ter várias partições como sudo su5 . A segunda partição no disco sudo su6 é sudo su7 e assim por diante. Uma imagem (cópia literal de bytes) pode ser feita de uma partição e disco. Observe que os primeiros 512 bytes de um disco contêm o MBR (registro de inicialização mestre).

Uma partição não deve ser montada ao criar ou restaurar imagens, caso contrário, a perda de dados pode ocorrer ao ler dela (criando uma imagem) ou inesperada corrupção Bahavior e de dados, se você estiver escrevendo (restaurando de uma imagem). < / p >.

Nos exemplos abaixo, sudo su8 é a partição da qual uma imagem deve ser criada.

Dispositivos e dispositivos de disco em ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN29 são somente graváveis ​​pelo superusuário (raiz) e usuários do grupo ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN30 . Eu não gosto de correr tudo como raiz, então por segurança (no caso de você ter feito um erro de digitação por exemplo), eu mudo o grupo temporário para mim, para que eu possa ler e escrever para ele:

  /etc/default/grub1   

Se você pular o comando acima, você deve prefixar o abcdefghijklmn32 comandos com ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN33 .

Noções básicas

O comando básico para criar uma imagem de uma partição é:

  /etc/default/grub4   

/etc/default/grub5 significa "arquivo de entrada", /etc/default/grub6 significa "arquivo de saída". Tudo no Linux é um arquivo, até mesmo dispositivos.

Para restaurar essa imagem, executar:

  /etc/default/grub7   

O pedido não importa, você poderia ter escrito o acima como /etc/default/grub8 também.

Imagens compactadas

Como as partições são geralmente grandes, é recomendável compactar os dados antes de escrevê-lo à imagem:

  /etc/default/grub9   

Isso funciona porque se GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"0 for omitido, a saída é gravada na "saída padrão", que é o tubo para o programa Compress ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN41 . A saída do que é escrita para GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"2 .

Para restaurar essa imagem compactada, execute:

  GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"3   

Aqui, GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"4 é o comando reverso do gzip. ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN45 Causas A saída pode ser gravada na saída padrão que é o tubo para o comando abcdefghijklmn46 . Porque ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN47 é omitido em ABCDEFGHIJKLMNABCDEFGHIJKLMN48 , a entrada é lida da "entrada padrão", que é a saída de GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"9 .

lendo de uma imagem sem restaurá-lo

Imagens não compactadas podem ser montadas para que você possa ler dela. Se você comprimiu suas imagens de partição, descompactá-los primeiro ( GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"0 será removido, GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"1 será criado. Certifique-se de ter espaço suficiente!):

  GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"2   

Alternativamente, descompacte uma imagem sem tocar na própria imagem:

  GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"3   

Agora crie um diretório no qual o disco pode ser montado e montar a imagem somente leitura ( GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"4 ):

  GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"5   

Agora você pode ver seus arquivos em GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"6 . Quando feito, desmonte-o e remova o ponto de montagem obsoleto:

  GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"7   

Menos tamanho, mais uso de CPU, maior backup e duração de restauração

Se o tempo não for um problema e não tiver muito espaço de armazenamento, poderá usar o formato de compactação abcdefghgjklmn58 . Basta substituir GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="pci=nocrs quiet splash"9 por /etc/default/grub0 no acima. É comum usar o /etc/default/grub1

 

Clonezilla uses dd behind the scenes.

About disks and partitions

A whole disk is a device like /dev/sda. This is the first disk, the second disk is /dev/sdb, the third /dev/sdc, etc. Older disks connected through an IDE cable are named like hda, hdb, ... A disk can have multiple partitions like /dev/sda1. The second partition on disk /dev/sda is /dev/sda2 and so on. An image (literal copy of bytes) can be made from both a partition and disk. Note that first 512 bytes of a disk contains the MBR (Master Boot Record).

A partition should not be mounted when creating or restoring images, otherwise data loss may occur when reading from it (creating an image) or unexpected bahavior and data corruption if you're writing to it (restoring from a image).

In the below examples, /dev/sda1 is the partition from which an image should be created.

Partitions and disk devices in /dev are only writable by the superuser (root) and users of the disk group. I dislike running everything as root, so for safety (in case you made a typo for example), I change the group temporary to myself, so I can read and write to it:

sudo chgrp my_user_name /dev/sda1 

If you skip the above command, you've to prefix the below dd commands with sudo.

Basics

The basic command for creating an image from a partition is:

dd if=/dev/sda1 of=disk.img 

if means "input file", of means "output file". Everything in Linux is a file, even devices.

To restore such an image, run:

dd if=disk.img of=/dev/sda1 

The order does not matter, you could have written the above as dd of=/dev/sda1 if=disk.img too.

Compressed images

Since partitions are generally big, it's recommended to compress the data before writing it to the image:

dd if=/dev/sda1 | gzip > disk.img.gz 

This works because if of is omitted, the output is written to "standard output" which is the pipe to the compress program gzip. The output of that is written to disk.img.

To restore such a compressed image, run:

gunzip -c disk.img.gz | dd of=/dev/sda1 

Here, gunzip is the reverse command of gzip. -c causes the output be written to standard output which is the pipe to the dd command. Because if is omitted on dd, the input is read from "standard input" which is the output of gunzip.

Reading from an image without restoring it

Uncompressed images can be mounted so you can read from it. Should you've compressed your partition images, uncompress them first (disk.img.gz will be removed, disk.img will be created. Be sure to have enough space!):

gunzip disk.img.gz 

Alternatively, uncompress an image without touching the image itself:

gunzip -c disk.img.gz > disk.img 

Now create a directory on which the disk can be mounted and mount the image read-only (ro):

sudo mkdir /mnt/wind sudo mount -o ro disk.img /mnt/wind 

You can now view your files in /mnt/wind. When done, unmount it and remove the obsolete mount point:

sudo umount /mnt/wind sudo rmdir /mnt/wind 

Less size, more CPU usage, longer backup and restore duration

If time is not an issue and you don't have much storage space, you could use the bzip2 compression format. Simply replace gzip by bzip2 in the above. It's common to use the .bz2 extension for bzip2-compressed files, so do so.

 
 
         
         
4
 
vote

Você quer clonar um disco rígido para outro? Existem várias maneiras de fazer isso. Eu geralmente prefiro comando DD. Por favor, note que para usar este comando, você precisaria de acesso sudo.

    .
  1. para clonar disco rígido 1 no disco rígido 2. Observe que o disco rígido 2 deve ser maior do que o disco rígido 1. Se o disco rígido de origem for SDA e o disco rígido de destino for SDB, você poderá copiar todo o conteúdo. de SDA para SDB usando o seguinte comando.

      /etc/default/grub2   
  2. Para clonar disco rígido inteiro 1 em uma imagem, use o seguinte comando. Observe que ~ / disk1.img deve estar residindo em disco diferente

      /etc/default/grub3   
  3. para clonar uma partição única na imagem, use o seguinte comando. Observe que o arquivo de imagem não deve residir na mesma partição.

      /etc/default/grub4   
  4. para restaurar a imagem, use o seguinte comando.

      /etc/default/grub5   
  5. Você também pode economizar espaço compactando o arquivo de imagem.

      /etc/default/grub6   

cortesia: Backup Linux: Clone do disco rígido com "DD"

 

Do you want to clone one hard disk to other? There are several ways to do that. I generally prefer dd command. Please note that to use this command, you would need sudo access.

  1. To clone Hard disk 1 into Hard disk 2. Note that Hard disk 2 must be of greater size than hard disk 1. If your source hard disk is sda and target hard disk is sdb then you can copy all contents of sda to sdb using following command.

    dd if=/dev/sda of=/dev/sdb 
  2. To clone whole hard disk 1 into an image, use following command. Note that ~/disk1.img should be residing on different disk

    dd if=/dev/sda of=~/disk1.img 
  3. To clone single partition into image, use following command. Note that image file should not reside on same partition.

    dd if=/dev/sda1 of=~/drive1.img 
  4. To restore image, use following command.

    dd if=drive1.img of=/dev/sda1 - For Partition dd if=disk1.img of=/dev/sda   - For whole hard disk 
  5. You can also save space by compressing image file.

    gzip disk1.img  - This will generate disk1.img.gz bzip2 disk1.img - This will generate disk1.img.bz2 

Courtesy: Linux Backup: Hard Disk Clone with "dd"

 
 
         
         

Perguntas relacionadas

10  Como configurar o backuppc no Ubuntu 12.04?  ( How to configure backuppc in ubuntu 12 04 ) 
Eu gostaria de configurar o backuppc para backup de arquivos de todos os hosts remotos. Um guia de necessidade com capturas de tela será apreciado. Detalhes...

4  Restaurando a imagem de Clonezilla para uma partição LVM recém-criada  ( Restoring clonezilla image to newly created lvm partition ) 
Eu li um artigo sobre o LVM e gostaria de instalá-lo. É possível fazer primeiro uma imagem da minha instalação total e, em seguida, excluir tudo, criar novas ...

336  Comparação de ferramentas de backup  ( Comparison of backup tools ) 
. Essa questão existe porque tem significado histórico, mas não é considerado uma pergunta boa e on-tópico para este site , então por favor, não use como pro...

7  Configurar Cron Backup Semanal  ( Setup cron weekly backup ) 
Eu quero fazer um backup do meu /var/lib/mysql e /var/www pastas e salve-os como arquivos tar.gz para o meu servidor de rede de rede montado (USLONS001). ...

2  Serviço de construção de pacotes automatizados  ( Automated package build service ) 
Eu estou usando bacula para backup de meus servidores e clientes, mas as versões da Bacula no repositório oficial são muito antigas. Então eu compilei e insta...

23  Como faço para criar uma imagem idêntica de uma vara USB?  ( How do i create a bit identical image of a usb stick ) 
Eu tenho uma vara USB que é ilegível por algum motivo. Eu quero fazer uma imagem dela para fins de armazenamento para que eu possa tentar recuperar os dados d...

0  Ferramenta de backup para aplicativos Ubuntu semelhantes a um oferecido pela Linux Mint  ( Backup tool for ubuntu applications similar to one offered by linux mint ) 
Estou usando o Ubuntu 20.04 Lts e, recentemente, instalei o Linux Mint 20 em um PC antigo (apenas para dar uma olhada). Eu notei que o Linux Mint vem com um...

3  Usando a duplicidade diretamente, é possível ter vários planos de backup?  ( Using duplicity directly is it possible to have multiple backup plans ) 
Se eu entender corretamente, a duplicidade é a ferramenta de linha de comando para criar backups e pode ser usada autônoma (i.e. no dejadup envolvido) para cr...

22  Bash Script não executando de Crontab [Duplicate]  ( Bash script not executing from crontab ) 
. Esta pergunta já tem respostas aqui : Por que os scripts crontab não estão funcionando? ...

8  Possível visualizar o que o rsync fará, antes de sobrescrever / excluir arquivos?  ( Possible to preview what will rsync do before overwriting deleting files ) 
Com o Synctoy no Windows, posso visualizar o que fará com meus arquivos antes de começar as alterações. É possível fazer o mesmo com rsync ou algo semelhante?...




© 2022 pergunte.org All Rights Reserved. Casa de perguntas e respostas todos os direitos reservados


Licensed under cc by-sa 3.0 with attribution required.